COVID-19: Guia de elaboração de novo protocolo de limpeza em hotéis

por
Maio 8, 2020 | Gestão hoteleira | Reading Time: 4 minutes

Reunimos neste artigo exemplos de referências hoteleiras que estão adotando novos protocolos, como Marriott e Accor, e dicas de especialistas sobre higienização e prevenção para a segurança de hóspedes e colaboradores

Dia 26 de fevereiro de 2020: primeiro caso confirmado de COVID-19 no Brasil . Desde então, a vida e a hotelaria mudaram. Os hotéis viram seus números caírem drasticamente e muitos tiveram que fechar suas operações, mesmo que temporariamente.

A pandemia do coronavirus também causou diversas mudanças. Uma delas é no comportamento do viajante. Especialistas apontam que preço e localização não serão mais suficientes para atrair hóspedes. A segurança passa a ser um fator decisivo na escolha do próximo destino.

Por isso, a hotelaria precisará se adaptar a esta nova realidade, adotando rigorosos protocolos de higiene, limpeza e prevenção que garantam a tranquilidades de seus hóspedes e colaboradores. Conquistar essa confiança será crucial para a retomada de viagens e hospedagens.

Listamos aqui alguns aspectos fundamentais que devem ser considerados na elaboração de um protocolo de limpeza em hotéis, segundo especialistas, e alguns exemplos práticos de mudanças operacionais adotadas por hotéis.Ao final do texto, também incluímos um guia prático para que você possa elaborar o seu próprio protocolo de limpeza.

Aspectos fundamentais de um protocolo de limpeza em hotéis

Quais são os principais aspectos que devem ser considerados em um novo protocolo de limpeza e higiene para hotel ou pousada? Estamos em um cenário novo e muitos hoteleiros se perguntam como seus hotéis podem melhor se preparar, considerando suas realidades, tanto em termos financeiros como de recursos humanos.  

No entanto, vale salientar que, independente dos recursos disponíveis e da estratégia escolhida, é primordial que os meios de hospedagem se adaptem a esses novos tempos e comuniquem essas mudanças para seus clientes. Mais do que uma boa noite de sono, agora o viajante busca a confiança e a certeza de que sua saúde não está sendo colocada em risco.

Redes hoteleiras nacionais e internacionais já estão lançando diversos programas com o objetivo de assegurar a seus clientes que todas as medidas de prevenção necessárias estão sendo tomadas. Alguns exemplos são  as redes Marriott, Accor e Hilton. Até mesmo a Airbnb, que vem sofrendo com altas taxas de cancelamento, teve que se adaptar aos novos tempos e incluir planos de limpeza rigorosos para seus anfitriões. 

➡ Colocamos no final do texto o nosso guia prático, onde você pode ler com detalhes sobre cada um desses exemplos citados de novos protocolos.

Exemplos de adaptação a novos procedimentos na hotelaria no Brasil

Os hotéis brasileiros já estão se movimentando em direção a nova hotelaria derivada da pandemia. A Rede Swan Hotéis, por exemplo, mantém 04 unidades abertas sob orientação de seu novo guia de enfrentamento à COVID-19. Entre suas novas regras, estão:

  • suspensão de todas as atividades de eventos;
  • fechamento todos os espaços de uso comum em suas unidades;
  • uso obrigatório de EPIs;
  • serviço de refeições apenas nos apartamentos.

O Golden Tulip Porto Vitória (ES) é outro exemplo de hotel brasileiro que repensou processos e normas para se adequar às exigências de seguranças atuais. Por exemplo, seu restaurante aceita pedidos de delivery e take away (retirada no balcão) por meio de um aplicativo recém-lançado. Além disso, para se manter conectado com seus hóspedes e possíveis clientes, o hotel lança novidades em seu Instagram, uma forma criativa de manter o engajamento do seu publico e atrair novos olhares. 

higienizaçao-maos-covid

Estudo de Caso: funcionamento de hotéis em Santa Catarina

Santa Catarina é um dos estados brasileiros que tenta, aos poucos, retomar as atividades da indústria hoteleira. Para isso, a Agência de Desenvolvimento do Turismo do Estado de Santa Catarina (Santur), em parceria com a Secretaria do Estado da Saúde (SES) divulgou diretrizes importantes para os meios de hospedagem. Abaixo, listamos algumas delas:

  • Os estabelecimentos só podem ativar 50% da capacidade total de vagas;
  • As refeições só poderão ser realizadas com o serviço de quarto;
  • Obrigatoriedade de disponibilizar álcool-gel em pontos estratégicos;
  • Trabalhadores deverão ser instruídos sobre o uso de máscaras fornecidas pelo empregador, independentemente de estarem em contato direto com o público;
  • Áreas sociais como piscina e salão de jogos devem permanecer fechadas;
  • Atenção para a limpeza de maçanetas, mesas, balcões, corrimões, interruptores, elevadores e barreiras físicas utilizadas como equipamentos de proteção coletiva como placas transparentes;
  • atenção também para a higienização de teclados, mouses, materiais de escritório, máquinas para pagamento com cartão, caixas eletrônicos de autoatendimento ou qualquer outro equipamento que possua painel eletrônico de contato físico;
  • Recomenda-se não retornar para casa com a mesma roupa usada no trabalho.

Elabore seu próprio protocolo de limpeza e higiene

Como você deve ter percebido com os exemplos acima, existem vários aspectos a serem considerados em um protocolo de limpeza em hotéis para que a segurança e a prevenção possam ser garantidas. Esse  novo protocolo vai além da Governança. Ele deve incluir todos os setores do hotel: recepção, administração, restaurantes, eventos.

Existe um leque de ações que cada hotel pode adotar, desde medidas caras e complexas a simples e baratas. O hoteleiro deve analisar sua realidade e estipular os procedimentos que melhor protejam seus hóspedes e colaboradores.

Independente do orçamento, algumas orientações gerais devem ser seguidas. Por isso, elaboramos o guia prático com as principais recomendações de especialista sobre medidas fundamentais que os meios de hospedagem devem adotar. O guia pode ser acessado clicando no botão abaixo.

É hora de se preparar para a retomada que irá chegar:

GUIA PRÁTICO PARA PROTOCOLO DE LIMPEZA EM HOTÉIS
Gostou do material? Compartilhe com seus colegas hoteleiros e vamos, juntos, construir a hotelaria pós-COVID-19.

1 comment about "COVID-19: Guia de elaboração de novo protocolo de limpeza em hotéis"

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share this