por
jul 9, 2018 | Chatbot | Reading Time: 4 minutes

No atendimento online, gerar leads pode ser uma grande dor de cabeça para os hoteleiros. O que muitos fazem no site do hotel, para se verem desamparados com o resultado insignificante, é disponibilizar chats de atendimento ao vivo que, obrigatoriamente, só iniciam a conversa com a identificação do usuário.

Porém, é comprovado que pedir as informações de contato desse viajante, logo no início da conversa, ou antes mesmo dela ter se iniciado, reduz em 67% o número de atendimentos online.

Por isso que, para combater essa baixa conversão de visitantes em potenciais hóspedes, muitos hotéis estão optando por chatbots para gerar leads. Mas porque seu hotel deveria priorizar a geração de leads?

Importância de gerar leads para o marketing hoteleiro

De forma simples, lead é um potencial cliente (hóspede) identificado. É qualquer visitante que chega no site do hotel e tem suas informações capturadas de alguma forma.

Ao gerar leads, o hotel está construindo um banco de contatos com potenciais clientes que será usado para ações de marketing. Capturado o telefone ou e-mail do viajante, é possível recuperar o interesse dos que abandonaram uma reserva e trazê-los de volta ao site. O objetivo final? Uma reserva direta, livre de comissões!

É importante ter em mente que uma boa parcela dos visitantes do site estão lá na fase inicial da jornada de compra. Ou seja, ainda estão pesquisando e comparando preços de vários hotéis, deixando para depois o momento da reserva.

Esse é o principal motivo para o abandono de reservas no setor hoteleiro. Cerca de 39% dos viajantes estão “apenas olhando” ou “pesquisando”.

Por isso, é vital capturar suas informações, para o mais rápido possível lembrá-lo dos diferenciais que o seu hotel oferece e para afirmar sua marca entre os possíveis candidatos.

A boa notícia é que o avanço da inteligência artificial trouxe para a hotelaria um grande aliado na geração de leads. Os chatbots são assistentes virtuais de atendimento online 24h, mas esse serviço faz muito mais que apenas atender.

A cada conversa realizada por um bot, seja no chat do site, em aplicativos de mensagens e nas redes sociais, o viajante é identificado assim que demonstra interesse na compra, ou seja, quando pede por uma cotação, seja em grupo, para eventos ou individual.

Veja alguns exemplos na sequência!

Como gerar leads para cotações em grupo

Chatbots são usados na geração de leads

Na hotelaria, em algum momento no atendimento online, cerca de 35% dos usuários perguntam por cotação. Vários hotéis estão usando os chatbots, não apenas para atendimento, mas também como um canal alternativo de reservas diretas.

Um dos pedidos mais comuns é a cotação de grupos maiores de hóspedes. E claro, cada venda feita para grupos de viajantes é mais receita para o hotel e para os atendentes da Central de Reservas que recebem comissão.

Enfim, nesses casos, o robô primeiro captura o contato do potencial hóspede, para então enviar a solicitação para o departamento responsável.

Assim que o visitante se torna um lead, o contato fica salvo no sistema. Imediatamente, a solicitação será enviada para o email do comercial do hotel! Fácil, não?

Captando leads através de eventos hoteleiros

O Seara Praia Hotel, em Fortaleza, faz parte da onda de hotéis em todo o Brasil que estão adotando a inteligência artificial para o atendimento online.

O hotel, voltado ao público corporativo, têm espaços para realização de eventos com capacidade de até 1.450 pessoas. Por ter muita demanda de eventos, o hotel personalizou seu robô para atender leads interessados nesses espaços.

Durante o atendimento virtual, o hóspede pode ver fotos de todas as salas de conferência por mensagem. Mais importante, o robô captura os dados do interessado através de um formulário simples, sem enviá-lo para um link externo, e encaminha o pedido automaticamente para o departamento de eventos do hotel.

Captura de lead interessado em sala de eventos em hotel corporativo
No restante do formulário, também é solicitado a data e outros detalhes do evento, como, por exemplo, se irá precisar de hospedagem, serviços de sala, alimentação ou recursos audiovisuais.

O marqueteiro virtual do Marketing

Outra estratégia para a hotelaria atrair visitantes, gerar leads e convertê-los em hóspedes é através do marketing de conteúdo.

Basicamente, significa despertar o interesse do hóspede em potencial através de posts relevantes, como: “5 restaurantes para quem ama pescados no Rio de Janeiro” ou “como aproveitar o que Florianópolis tem de melhor com um orçamento apertado”, e por aí vai.

Além do marketing ser responsável por compartilhar memórias e experiências de hóspedes com os novos viajantes, também pode dar dicas de atrações, eventos e sobre a cultura local.

O objetivo principal de tudo isso: te ajudar a gastar o orçamento do marketing estrategicamente em um método comprovado em aumentar as reservas diretas.

No caso do Hotel Marsol Beach Resort, em Natal, uma vez atraído um lead para a página do blog, há ainda o atendente virtual que é capaz de tirar mais dúvidas a respeito de atrações da cidade e do hotel.

O chatbot finaliza o atendimento capturando o lead de forma mais humana e natural, ao invés de pop-ups insuportáveis que ninguém gosta! rsrs

Conversa com o chatbot do hotel Marsol Beach Resort.

A invasão dos chatbots na hotelaria

No Call Center, não existe atendimento sem identificação. Você sempre pega o nome e contato da pessoa do outro lado da linha. Então, porque no atendimento online seria diferente?

Na geração de leads e outras vantagens do atendimento automático para hotéis, os chatbots são os protagonistas da vez, seja no setor hoteleiro, ou em outros segmento econômicos, como o e-commerce, bancos, universidades e centros de saúde.

Gostou? Então compartilhe!

Leave your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share this